WhatsApp
Osamu Tesuka

Osamu Tezuka

Conhecido como “o Walt Disney do Japão”, o autor de mangás e animes, Osamu Tezuka, nasceu na cidade de Toyonaka, distrito de Osaka, em 3 de novembro de 1928. Considerado uns dos mais influentes autores do ramo, Tezuka teve parte da infância e adolescência marcadas pelos horrores da Segunda Guerra Mundial. Curiosamente, ele cresceu assistindo a desenhos produzidos nos Estados Unidos (inimigos do Japão na guerra), que o pai exibia em casa. Bambi, de Walt Disney, foi um de seus filmes favoritos por toda a vida. Na juventude, ficou dividido entre seguir uma carreira como médico ou tornar-se um autor de mangás. Apesar de ter se formado em medicina, a paixão pelas histórias em quadrinhos venceu.

Em 1946, Tezuka lançou seu primeiro trabalho profissional com a série Ma-chan no Nikkichou, uma tira de jornal. Em 1947 lançou Shin Takarajima, um mangá com estrutura e desenhos dinâmicos que misturava a linguagem dos quadrinhos à do cinema. Nos anos seguintes, publicou outras obras que tornarem-se clássicos e influenciaram gerações de autores, como Metrópolis (1949), sobre as aventuras de um detetive em uma cidade do futuro; Kimba, o Leão Branco (1950), que acompanha as aventuras de um jovem leão para tornar-se rei da floresta após a morte de seu pai; Astro Boy (1952). um menino-robô que aprende a entender o mundo em suas aventuras; A Princesa e o Cavaleiro (1953), que acompanhava as confusões e problemas da Princesa Safiri, que finge ser um menino para manter-se como herdeiro do trono de seu reino; e Pássaro de Fogo (1956), sobre a busca do homem pela imortalidade. Todas essas séries tiveram longa publicação no Japão.

Em 1963, Tezuka se tornou produtor de animes com uma versão para a TV de Astro Boy. Tornar-se produtor de animações era um sonho antigo e ele abriu seu próprio estúdio, a Mushi Productions para a realização de seus projetos. Astro Boy foi um enorme sucesso no Japão e tornou-se o primeiro anime a ser exportado para exibição nos Estados Unidos. Em 1965, Kimba chegou à TV e, em 1967, foi a vez de A Princesa e o Cavaleiro. Ambos também conseguiram grande sucesso e foram vendidos para vários países, inclusive o Brasil.

Outras famosas séries em mangás foram produzidas por Tezuka e muitas delas ganharam versões para a TV, como Dororo (1967), sobre um menino amaldiçoado que enfrenta demônios que desejam partes de seu corpo; Buddha (1972), uma versão em quadrinhos da vida do fundador do budismo; Black Jack (1973), que acompanha os casos de um médico egoísta; e Don Drácula (1979), que explora as divertidas confusões de um vampiro no século 20.

Mas esta é apenas uma pequena amostra do trabalho de Tezuka. No total, ele criou mais de 700 séries de mangá e há mais de 100 produções para TV e cinema baseadas em suas criações. O mais influente autor de mangás da história do Japão faleceu em 1989, vítima de câncer no estômago, mas deixou um legado eterno.

53 produtos encontrados
Filtros
Departamento
Categoria
Subcategoria
Marca
Faixa de Preço
Filtros
Departamento
Categoria
Subcategoria
Marca
Faixa de Preço