Foto

John Byrne

Ao contrário do que muitos pensam, o prestigiado desenhista e roterista John Byrne não é americano ou canadense. O temperamental astro dos quadrinhos nasceu em West Bromwich, na Inglaterra, em 06 de julho de 1950, com o nome de John Lindley Byrne. Aos 8 anos, imigrou com os pais para o Canadá, onde passou boa parte de sua juventude. Byrne se interessou por desenho desde a infância e começou a copiar as artes que via em suas revistas em quadrinhos. No início dos anos 1970, enquanto cursava a Faculdade de Arte e Design de Calgary, criou algumas tiras em quadrinhos para o jornal da instituição.

Após se formar, em 1973, o rapaz buscou ativamente uma carreira nos quadrinhos e conseguiu trabalho junto a editoras independentes como a Skywald Publications e a Charlton Comics. Seu primeiro trabalho para a Marvel foram os desenhos em uma história curta de terror, publicada na revista Giant-Size Dracula 5, de junho de 1975. Quem se tornou fã do trabalho de Byrne foi o roteirista Chris Claremont, que se tornava conhecido na Marvel à época por seu trabalho em diversas séries. Claremont fez campanha para que Byrne fosse contratado para desenhar a série do herói de artes marciais, Punho de Ferro, que ele escrevia. A dupla trabalharia muito em parceria nos anos seguintes.

Byrne era um desenhista rápido e conseguia fazer mais que uma revista por mês, o que o levou a realizar diversos trabalhos simultâneos para a Marvel após o cancelamento da revista do Punho de Ferro em 1977. Entre esses trabalhos, estava a série Os Campeões, sobre um grupo de heróis formado por heróis do segundo escalão como Hércules, Motoqueiro Fantasma, Viúva Negra, Anjo e Homem de Gelo; além de várias edições da revista Marvel Team-Up, na qual o Homem-Aranha se unia a um herói diferente a cada número. Mas a sorte de Byrne logo mudaria e, novamente, graças a Chris Claremont.

Claremont trabalhava ao lado do desenhista Dave Cockrum na revista dos heróis mutantes X-Men, que haviam ficado anos no limbo e voltaram com grande sucesso em 1975. Quando Cockrum resolveu sair do título, Claremont trouxe Byrne a bordo da revista como desenhista a partir da edição 108. Não demorou para que Byrne, além de desenhar, começasse a dar sugestões para as histórias, até tornar-se coroteirista da série. Enquanto se tornou desenhista dos mutantes, Byrne ainda achou tempo para desenhar várias edições de Os Vingadores e nove números de Capitão América, ao lado do roteirsta Roger Stern, que se tornaram clássicas.

A parceira entre Claremont e Byrne rendeu histórias geniais na revista dos X-Men, como A Morte da Fênix Negra e Dias de um Futuro Esquecido e transformou a revista no maior sucesso de vendas da Marvel. Porém, todo esse sucesso não impediu que a dupla tivesse desentendimentos entre si, o que levou Byrne a abandonar os X-Men em 1981 para assumir o título do Quarteto Fantástico. Byrne ficou durante seis anos na revista, escrevendo e desenhando, e criou algumas das melhores histórias da equipe desde sua criação pelas mãos de Jack Kirby e Stan Lee. Nesse período, Byrne ainda achou tempo para criar, desenhar e escrever a revista da Tropa Alfa; desenhar os dois primeiros números da revista de Indiana Jones; e assumir, por seis edições, a revista do Hulk.

Em 1986, Byrne trocou a Marvel pela DC e cuidou do relançamento do Superman, primeiro com a minissérie O Homem de Aço e, em seguida, escreveu e desenhou simultaneamente as revistas Superman e Action Comics e ainda roteirizou The Adventures of Superman. Apesar do sucesso trazido ao personagem pelo trabalho de Byrne, o astro dos quadrinhos abandonou o herói em 1989 e voltou à Marvel, onde trabalhou em diversos títulos: escreveu e desenhou Vingadores da Costa Oeste, Mulher-Hulk e Namor e roteirizou a revista Homem de Ferro.

Em 1992, Byrne decidiu seguir o caminho das criações autorais e transferiu-se para a Dark Horse, onde criou séries próprias como Next Men, Babe e Danger Unlimited (que, segundo alguns críticos, seriam apenas versões de personagens com os quais o autor trabalhara no passado: X-Men, Mulher-Hulk e Quarteto Fantástico).

A partir de 1995, Byrne abandonou suas criações e passou a realizar serviços paralelos para a Marvel e a DC. Para a primeira, produziu séries como Homem-Aranha: Gênese; X-Men: Anos Incríveis e Marvel: The Lost Generation. Para a segunda, trabalhou em Mulher-Maravilha, Novos Deuses, Patrulha do Destino, LJA, Elektron e em algumas edições de Action Comics, na condição de desenhista.

Desde 2008, John Byrne tem realizado apenas trabalhos para editoras menores. A maior parte tem sido para a editora IDW, em Star Trek, Angel e Jurassic Park; além de alguns projetos autorais como FX e Cold War. Uma de suas especialiadades no momento é desenhar artes encomendadas por fãs. (Maurício Muniz)

 

 

Curtiu John Byrne? Veja o que a Rika tem em estoque:

Banner Ilustrativo

Produtos encontrados: 401 Resultado da Pesquisa por: autor-john-byrne em 20 ms

Itens por página:

Produtos selecionados para comparar: 0Comparar

Produtos encontrados: 401 Resultado da Pesquisa por: autor-john-byrne em 20 ms

Itens por página:

Produtos selecionados para comparar: 0Comparar

Buscar no site
Ambiente 100% Seguro!

Itens|

Bem-vindo

Você achava que nunca iria completar sua coleção de gibis? Então bem-vindo à Rika Comic Shop! Somos o maior sebo de gibis do Brasil com mais de 100 mil títulos no catálogo! Temos edições de todas as épocas e para todas as idades. Perdeu um número nas bancas? Ache ele aqui! Quer relembrar os tempos de criança? Pesquise os gibis favoritos da sua infância no site da Rika. Quer conhecer gibis de outros lugares? Temos gibis de vários países diferentes! Rika Comic Shop - O paraíso do colecionador de quadrinhos!

Segurança na compra
Avaliação de Lojas e-bit
Loja Confiável
Formas de Pagamento

Copyright © 1996 - 2016 www.rika.com.br, TODOS OS DIREITOS RESERVADOS.
É vedada a reprodução, total ou parcial do site, sem a expressa autorização da administradora do site.

O ERP ideal para seu negócio onlinePowered by VtexDesign By Quatro Digital - Implantação VTEX

Preços e condições de pagamento exclusivos para compras realizadas através do site. Os estoques são limitados e os valores não se aplicam à nossa rede de lojas físicas podendo sofrer alterações sem aviso prévio.
Em caso de divergência, o preço válido é o do carrinho.

R. Kozesinski ME - Rika Comic Shop - CNPJ: 85.480.085/0001-05 - IE: 117.048.313.115 - SAC: (11) 3284-4908 - contato@rika.com.br